segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Carta ao Viajante

"Se porventura nos econtrarmos, você pode me perguntar o que desejar, e eu responderei com a honestidade e sinceridade que me são inerentes, mesmo assim não poderá ter a real noção de chegar até aqui, o caminho é diferente para cada um assim como o destino que nos agurda no fim dele. Foi uma longa viagem, isso você pode ter certeza, não pelo tempo transcorrido e sim pelo caminho trilhado.


O objetivo óbvio de se viajar é chegar a algum lugar, e aqui estou eu, de pé, sentindo a areia massagear meus pés enquanto pressiono meus dedos contra o chão. Sinto uma brisa fresca acariciar meu rosto, fazendo anuviar minhas dores. Ouço o som das ondas do mar, em seu eterno ritmo, um compasso perfeito que nunca se repete.


O cansaço me toma e não consigo mais ficar de pé, então exausto me ajoelho e agradeço por enfim ter terminado. Nada mais deveria provar, os testes já se terminaram, as dúvidas se calaram e meu corpo podia então descansar para, quem sabe assim, meu coração parar de se sentir tão angustiado pelo que teve que suportar. Temia pelo fim por não saber o que esperar, agora se sentia um tolo por isso, essa esperava ser a última lição a ser aprendida: o medo é a virtude dos tolos.


Deixei essa carta, com essa narração de como foi concluir minha jornada, para os outros que, assim como você, conseguiram chegar aqui, desejo compartilhar contigo a alegria de ter concluído minha jornada já que a felicidade é um prêmio a ser compartilhado e não um tesouro a ser escondido. Desejo a você que ler essa carta o mesmo que sinto ao escrevê-la e boa sorte, afinal o que descobrimos na conclusão de qualquer viagem é que o fim só existe para os fracos. "

4 comentários:

  1. não há como não encontrar o fim.
    todos sejamos fracos, talvez.

    ResponderExcluir
  2. Estou bem longe de encontrar meu fim, talvez nunca encontre, mas encontrei seu Blog e gostaria que visitasse o meu também.

    www.multiversoovolun.blogspot.com

    Super Heróis épicos com um pitada de HQ.
    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Desde mis BLOGS:

    --- HORAS ROTAS ---

    y

    --- AULA DE PAZ ----

    quiero presentarme

    en esta nueva apertura

    del eminente otoño.

    Tiempo que aprovecho

    ahora para desear

    un feliz reingreso en

    la actividad diaria.

    Así como INVITAROS

    a mis BLOGS:

    --- HORAS ROTAS ---

    y

    --- AULA DE PAZ ----

    con el deseo de que

    estos sean del agrado

    personal.

    Momentos para compartir

    con un fuerte abrazo de

    emociones, imaginación y

    paz. Abiertos a la comunicación

    siempre.


    afectuosamente :
    Histórias, Contos e Confissões da Madrugada





    --- Te sigo tu blog:
    Histórias, Contos e Confissões da Madrugada ---





    jose

    ramon…

    ResponderExcluir
  4. É... Se me considero uma fraca, sou uma fraca.

    ResponderExcluir